Eu conheço o teu coração

11:39


Minha mente está nos teus olhos agora e, é como se o resto do mundo sumisse de vista. Eu não sei o que está havendo, mas algo não está certo. Teu corpo está aqui, presente, mas os teus olhos estão distantes em um mundo à parte. Meu coração recebe o teu amor, mas não produz som algum, além da sintonia frequente entre as batidas. Encaro-te mais um pouco, desenho a linha tênue do teu rosto sobre meus dedos, ajeito a tua franja atrás da orelha e aconchego a minha mão na tua nuca. Ouça-me.

Meus braços serão a tua eterna moradia. Se afasta de mim, que eu me aproximo de você. Eu já conheço esse semblante, essas pernas inquietas e esse nó na garganta. Não quero sufocar-te, mas eu sei que não queres que eu me afaste. Eu conheço esse olhar, esse que me pede em silêncio pra ficar, pra te envolver e te cuidar. Entrega-te.

Eu cato todos os teus caquinhos e acolho junto aos meus, um por um. Inconsequentemente, floresceremos em amor. Nosso amor. Diz pra essa garota aí dentro, que ela pode vir sem medo. Diz pra ela se atirar, que eu vou ser o chão dela, quando pousar. Meu corpo é parte do teu. Teus olhos não me enganam. Enganam-te. 

Não é sobre um começo. Já sabemos. Não quero ser uma dose de exagero ambulante ao teu lado. Joga essas incertezas fora, elas não nos pertencem, sabes disso. Vou te puxar pelo braço quantas vezes preciso for. Vou te transbordar com minhas palavras, te inundar com esse amor, que faz tempestade dentro de mim e balança as paredes do teu coração. Vou invadir-te. 

Teus olhos permanecem sublimes, lábios contraídos, respiração perturbada, peito ansiado. Não precisa ser sólida o tempo todo, conhecemo-nos. Solte essas lágrimas, sacia-te com meu amor, por favor, ele é só teu. E quando duvidares disso, encoste tuas mãos sobre meu corpo, e tu saberás que pertenço somente a você. Não tenhas medo, pequena. Escuta-me aqui.

Eu conheço o teu coração.

You Might Also Like

6 comentários

  1. Nem sei como dizer o quanto eu gostei desse texto.
    Achei tão delicado! Eu me identifiquei muito e estou encantada com a sua escrita.
    Amei, amei, amei!
    Escritora por um Acaso

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sei como dizer o quanto fico feliz em saber que gostou!
      Muito obrigada <3

      Excluir
  2. Tu escreves muito bem!! Amei esse texto.

    ResponderExcluir
  3. Nossa, uma proposta dessas(um convite), para ser amada... tem como recusar?

    Nesse momento medo vai embora, insegurança deixa de ser importante, ai ai, só dá vontade de amar e pronto!

    Acho que como eu, você gosta de escrever, simples assim. E por esse motivo tudo sair tão natural e verdadeiro. Você é boa no que faz, você sabe escrever Débora. E eu amo muito, vir até seu blog e me deparar com coisas tão lindas como essa.

    Grande beijo!

    Sonhos na Bolsa

    ResponderExcluir