Reexista após o caos

16:24


A sensação vêm inundando a extremidade, de repente, você se sente submerso em um profundo oceano; extenso e intenso, à deriva.

Você já sentiu como se estivesse em um lugar que parece não ser seu?

É como se você não pertencesse àquilo que tanto tem se dedicado em gastar energias e, o mesmo, insiste em não acontecer. Talvez seja isso, permanecer onde não te pertence.

Bater incessantemente em portas trancadas começa a se tornar exaustivo, pôr expectativas demais em castelos de areia onde a água do mar alcança te levam para bem longe, e afogam as suas forças.

Não é relativo a falta de vontade ou a fracasso. Vai bem mais além de uma simples notória racional. Você quer tanto não estar aqui, mas não sabe para onde ir.

O conflito é dentro de você.

Mas, o que quer que o seu coração decida, tudo o que você precisa fazer é respirar fundo e abastecer o seu tanque de autocontrole.

Hoje, pelo menos hoje, entenda que aprender a mudar de ideia, também faz parte da sua história e, quando você sair da tempestade, lembre-se de quem você era antes de todos os destroços.

Reexista após o caos.

You Might Also Like

0 comentários