Reexista após o caos

16:24


A sensação vêm inundando a extremidade, de repente, você se sente submerso em um profundo oceano; extenso e intenso, à deriva.

Você já sentiu como se estivesse em um lugar que parece não ser seu?

É como se você não pertencesse àquilo que tanto tem se dedicado em gastar energias e, o mesmo, insiste em não acontecer. Talvez seja isso, permanecer onde não te pertence.

Bater incessantemente em portas trancadas começa a se tornar exaustivo, pôr expectativas demais em castelos de areia onde a água do mar alcança te levam para bem longe, e afogam as suas forças.

Não é relativo a falta de vontade ou a fracasso. Vai bem mais além de uma simples notória racional. Você quer tanto não estar aqui, mas não sabe para onde ir.

O conflito é dentro de você.

Mas, o que quer que o seu coração decida, tudo o que você precisa fazer é respirar fundo e abastecer o seu tanque de autocontrole.

Hoje, pelo menos hoje, entenda que aprender a mudar de ideia, também faz parte da sua história e, quando você sair da tempestade, lembre-se de quem você era antes de todos os destroços.

Reexista após o caos.

You Might Also Like

4 comentários

  1. Débora cadê você?Poxa suas postagens me inspiraram tanto rsrs.

    https://euhumanaefinita.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que linda, Monique! Fico muito feliz em saber disso. Estou me organizando para conseguir postar com mais frequência, em breve!

      Super beijo!

      Excluir
  2. Eu sou uma bagunça em pessoa. C 16 anos ainda estou aprendendo a reexistir a tantas coisas que vem acontecendo,coisas difíceis,pertubadas e não fáceis. Seu texto serve de muita ajuda. Parabéns!!!

    https://1mundoparaadolescentes.blogspot.com.br/?m=1

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Evelen. Fico feliz por saber que de alguma forma minhas oalapala ajudam! ❤️

      Excluir