Moça, está tudo bem

01:45


Moça, está tudo bem.

Está tudo bem ser indecisa quanto a cor do batom, ao sabor da bebida, a faculdade, a roupa, o esmalte, a profissão, mas sem dúvida alguma você deve ser indecisa sobre o quanto alguém pode amar você. Às vezes a gente aceita pouco por medo de não ter nada e isso não vale a pena. 

Você já tolerou desafetos, aguentou ausências e lutou contra saudades, então que você possa sempre saber a hora certa de se retirar, de priorizar o que o seu coração está sentindo e que, principalmente, você saiba para onde jamais voltar. Não se permita encaixar-se em algo mesquinho, você é inteira demais para não transbordar.

A sua força não pode ser controlada, uns admiram, outros assustam-se, e você fica tão bonita quando se veste de si mesma que os seus olhos deixam a dúvida se o céu realmente é lá em cima.

Não é preciso nem um tipo de estatística ou fórmula matemática complicada para compreender você, apenas alguém que se aproxime com um bom coração desvenda todos os segredos desse seu riso frouxo cativante.

Talvez a incapacidade de carregar algo tão pesado dentro de si faz com que você seja essa pessoa encantadora por aí. Finais doem, mas recomeços curam e você precisa deixar o amor transcender de novo.

Começando, primeiramente, por você mesma.

You Might Also Like

0 comentários